Shoulder Bridge

Pilates é uma modalidade de atividade física que cada vez mais conquistas seguidores. Criado por Joseph H. Pilates, o Pilates é um método que contempla integração entre corpo, mente e espírito, englobando seis princípios básicos: concentração, centralização, respiração, controle, fluidez e precisão.

Os benefícios do Shoulder Bridge

Uma das 34 posições básicas do Pilates é a Shoulder Bridge (Ponte sobre Ombros), e é justamente os benefícios dessa posição, junto com dicas para pratica-la de forma correta, que vamos abordar nesse artigo.

Princípios das posições de Pilates

O foco principal do Pilates é a relação entre corpo e mente, se organizando nos pilares da concentração, centramento, respiração, controle, fluidez e precisão. Por isso, o exercício proporciona o fortalecimento do corpo sem deixa-lo musculoso, proporcionando a capacidade de se mover com conhecimento e domínio do próprio corpo. Sendo assim, os exercícios proporcionam fortalecimento, flexão, alongamento da musculatura, promovem a coordenação e promovem o relaxamento e a conscientização corporal, aliando-se ao exercício respiratório e aos cuidado com a correção da postura.

Benefícios do Shoulder Bridge e das posições do Pilates

Alguns dos benefícios dos exercícios de Pilates são:

  • Auxilia na força, no equilíbrio, na coordenação e na flexibilidade
  • Ajuda no condicionamento físico na capacidade respiratória
  • Ajuda a melhorar a postura e fortalecer os músculos
  • Ajuda a controlar o peso e alivia dores musculares
  • Ajuda a eliminar barriga e fortalecer o abdominal
  • Alivia dores musculares e previne lesões
  • Aumenta a auto-estima e alivia o estresse;

Como praticar o Shoulder Bridge (Ponte sobre os ombros)

Os benefícios do Shoulder Bridge são vários, desde exercícios de respiração até, o mais importante, a mobilização da coluna vertebral, já que ganhar movimentos entre as vértebras é super importante para mante a coluna saudável. Por isso, é encorajado que os praticantes de Shoulder Bridge trabalhem com o movimento de sobe e desce do quadril, usando dois ciclos respiratórios.

Comece deitada, com os joelhos flexionados e os pés alinhados com os ísquios apoiados no colchonete. Os braços devem estar encostados ao corpo. Para diminuir a sobrecarga na coluna lombar, é necessário encorajar um pequeno aumento do espaço entre as vértebras lombares e dorsais, causando um ganho de mobilidade torácica.

É muito importante que durante a prática do Shoulder Bridge se observe a inspiração e a expiração. O importante é que o praticante expire em movimento e inspire quando parado, tanto na parte de cima quanto na debaixo. A expiração facilita a descida das costelas e também o movimento de flexão da coluna.

Inspire antes de começar e, no momento da expiração, levante o quadril, criando um movimento de ponto dos ombros até os joelhos. Nesse momento, deve-se ficar atento também a contração dos glúteos e do abdômen, retroversão da bacia, elevação da pelve, da lombar e da torácica, de forma que o peso do tronco se mantenha sobre as escápulas e não sobre a cervical.

Inspire novamente e no momento da expiração é hora de voltar a posição inicial. Esse retorno também deve ser aos poucos: comece afundando o peito, as costas e as costelas, apoiando uma vértebra de cada vez no chão, sendo a bacia a última a voltar. Lembre-se de manter as pernas flexionadas para começar um novo ciclo de exercícios.

O Shoulder Bridge também é um exercício de respiração, auxiliando praticantes mais ansiosos a controla-la e realizar os exercícios no tempo certo, melhorando a qualidade da inspiração e soltando todo o ar dos pulmões na expirações.

O exercício do Shoulder Bridge pode ser feito tanto no chão em casa quanto nos aparelhos como pilates reformer. O importante é ficar atento aos limites de cada praticante, para que eles usufruem com qualidade os benefício que o Pilates pode proporcionar.

Se você gostou, não esqueça de avaliar o artigo

Avaliação: 0/5 (0 votos)
Por favor, ajude-nos a compartilhar esta página em suas redes sociais para que possamos alcançar mais pessoas que precisam de nossa ajuda nesses temas. Você só precisa clicar em um dos botões abaixo. Obrigado!

Participa, deixe seu comentário

Outros artigos

The double leg strech

O The Double Leg Stretch é uma das posições de pilates que ajuda a dar resistência aos músculos abdominais e das coxas daqueles que o praticam. Além disso também melhoram o trabalho de coordenação e de controle do corpo como um todo.

Teaser (desafio)

Hoje vamos falar sobre uma das posições mais desafiadoras do Pilates, conhecida como teaser. Não é à toa que o exercício é conhecido também como desafio. Por isso, se você já pratica Pilates ou se está interessado em começar, fique ligado nas dicas que preparamos para você e se inspire ao fazer seus exercícios.

The one leg circle: círculo com uma perna

A posição que você vai conhecer hoje é a the one leg circle ou, em português, o circulo com uma perna só. É um movimento que trabalha as pernas, ajuda no alinhamento da coluna vertebral e ajuda a fortalecer o abdômen. Não exige o pilates reformer, podendo ser feito no chão.

Exercício de Pilates The One Leg Stretch

O One Leg Stretch é um exercício completo. Ele trabalha diversas partes do corpo, e tem muitos benefícios físicos e mentais. Vamos ver exatamente o que é esse exercício, como fazê-lo de maneira ótima e como ele pode trazer benefícios para seu corpo e sua saúde.