The roll over: rolamento para trás com pernas abertas

Uma das posições de pilates solo mais clássicas é também uma das que as pessoas mais têm dificuldades em executar de maneira correta: the roll over.

Ao realizar o exercício, muitos colocam o foco nas pernas e se esquecem de que, na verdade, deve-se manter a concentração no centro do corpo. O the roll over pode ser feito tanto no aparelho como no pilates solo e até mesmo em casa. É muito importante entender o exercício corretamente, para que seja realmente eficaz.

Como fazer o the roll over?

  • Comece a posição deitando-se de costas, com braços e pernas no chão e a coluna vertebral bem alinhada.
  • Depois, levante as pernas e puxe os joelhos até que eles fiquem acima do quadril, apoiando-se nos braços e com as palmas das mãos no chão.
  • As pernas devem ser projetadas sobre o corpo, para que fiquem paralelas ao chão.
  • Durante os movimentos, as pernas devem primeiramente ficar juntas e, depois, você deve entreabri-las para que fiquem alinhadas com a abertura dos ombros.
  • Essa é mais uma das posições de pilates que o impulso não pode ser dado com as pernas, e sim com o abdômen, mais precisamente, com o Power House.
  • Quando as pernas estiverem alinhadas com o solo, você pode aumentar um pouco a pressão sobre os braços, para conseguir um melhor apoio, mantendo a cabeça alinhada e sem sobrecarregar a cervical e a lombar.
  • Depois de atingir essa posição, o próximo passo é ir desenrolando a coluna aos poucos, mantendo controle e sempre mantendo o abdômen ativo.
  • Depois de apoiar a pelve no solo, as pernas descem até 45 graus e se juntam para repetir o movimento.
  • Esse exercício pode ser repetido quatro vezes e, na última, as pernas vão até o chão e começam o “the one leg circle”.

O the roll over descrito é uma das posições de pilates de solo. Para a realização do exercicio com aparelhos, é necessária uma estrutura como o pilates reformer e outros equipamentos.

Por isso, um dos benefício do pilates solo é a possibilidade de fazer os exercícios para fortalecer os músculos em casa mesmo. Outra vantagem é que essa modalidade acaba exigindo um pouco mais de esforço e disciplina do praticante, o que também pode melhorar os resultados obtidos.

Há uma boa diversidade de movimentos que podem ser feitos no pilates. Vale a pena sempre buscar combinar diferentes exercícios para que o a prática não se torne monótona, ou seja, integre o the roll over na sua série de exercícios.

Para evitar lesões, antes de realizar qualquer movimento, principalmente se estiver sozinho, fique atento às instruções, concentre-se, respire e faça tudo com calma. É também sempre recomendável buscar a ajuda de um profissional.

Se você gostou, não esqueça de avaliar o artigo

Avaliação: 2/5 (1 votos)
Por favor, ajude-nos a compartilhar esta página em suas redes sociais para que possamos alcançar mais pessoas que precisam de nossa ajuda nesses temas. Você só precisa clicar em um dos botões abaixo. Obrigado!

Participa, deixe seu comentário

Outros artigos

The double leg strech

O The Double Leg Stretch é uma das posições de pilates que ajuda a dar resistência aos músculos abdominais e das coxas daqueles que o praticam. Além disso também melhoram o trabalho de coordenação e de controle do corpo como um todo.

Teaser (desafio)

Hoje vamos falar sobre uma das posições mais desafiadoras do Pilates, conhecida como teaser. Não é à toa que o exercício é conhecido também como desafio. Por isso, se você já pratica Pilates ou se está interessado em começar, fique ligado nas dicas que preparamos para você e se inspire ao fazer seus exercícios.

Shoulder Bridge

Pilates é uma modalidade de atividade física que cada vez mais conquistas seguidores. Criado por Joseph H. Pilates, o Pilates é um método que contempla integração entre corpo, mente e espírito, englobando seis princípios básicos: concentração, centralização, respiração, controle, fluidez e precisão.

The one leg circle: círculo com uma perna

A posição que você vai conhecer hoje é a the one leg circle ou, em português, o circulo com uma perna só. É um movimento que trabalha as pernas, ajuda no alinhamento da coluna vertebral e ajuda a fortalecer o abdômen. Não exige o pilates reformer, podendo ser feito no chão.